Pular para o conteúdo principal

M Ú S I C A - DEFTONES


Depois de muito tempo volto fazer um resenha de banda, mas pra mim não qualquer banda, esta deve ser uma das bandas que eu mais ouvi, horas e horas, todos os sons deles, digo sem dúvida, e olha que eu ja escutei muita coisa, eles são um dos melhores, deftones, formados em 1988, foram um dos expoentes do marginalizado e mal definido o estilo nu-metal, mas com certeza tendo conseguido transpor os limites de tal definição, o considero mais com uma banda de música experimental, passando por vários tipos de estilos criando um indentidade única, vendendo mais de 7 milhões de discos por todo mundo sua música alcançou milhões de pessoas, justamente pela sua unicidade.

"Quando Carpenter tinha 15 anos de idade, ele foi atropelado por um carro enquanto andava de skate. Isto fez com que ficasse em uma cadeira de rodas por vários meses. A partir de então que começou a aprender guitarra sozinho tocando canções de bandas como Anthrax, Stormtroopers of Death e Metallica.[1] O motorista indenizou Carpenter com um custo o qual ele pôde comprar os equipamentos para sua futura banda,[1][2][3] Porém, o baterista Abe Cunningham comentou em uma entrevista que isto é "um mito de como a nossa banda começou" [4]

Carpenter, Moreno e Cunningham frequentavam a mesma escola. Eles foram colegas de infância e se tornaram amigos por meio da cena de skateboard em Sacramento.[1] Quando Moreno encontrou Carpenter tocando guitarra, ele resolveu improvisar em uma jam session com Cunningham e os três começaram a tocar frequentemente na garagem da casa de Carpenter em meados de 1988. Depois de tocarem com diversos baixistas, a banda escalou Justin Jaramillo (que foi reposto por Chi Cheng) e logo gravaram uma demo de 4 faixas.[1] Dois anos depois da banda ter iniciado tocando em casas de shows, expandiu seu território com suas músicas à San Francisco e Los Angeles onde tocaram com bandas como Korn.[3][5] A banda então impressionou um representante da Maverick Records. Eles logo assinaram contrato com a gravadora após terem mostrado três de suas canções para Freddy DeMann e Guy Oseary.[3][5]

O nome "Deftones" foi criado por Carpenter que gostaria de pegar "algo que soasse bem, porém não enjoativo."[6] Carpenter combinou uma gíria do hip-hop "def", o que era utilizado por artistas que ele escutava como LL Cool J e Public Enemy, com o sufixo "-tones", que era um sufixo de bandas bastante populares nos anos 50 que eram de de seu gosto (como Dick Dale and the Deltones; The Quin-Tones, The Monotones, The Cleftones e The Harptones). Carpenter disse que o nome é vago com a intensão de levar a refletir a tendência da banda de não se focar somente em um estilo musical.[6]"
fonte: Wikipedia
Seu primeiro álbum, Adrenaline, lançado em 3 de outubro de 1995, vendendo mais de 1 milhão de cópias pelo mundo, esse é um dos mais pesados do deftones, foi influência e serviu de base para as milhares de bandas de nu-metal que viriam a seguir, um álbum cru, mas ao mesmo muito bem produzido, trazendo em sua maior parte muita agressividade mas muita melodia, e esse balanço entre melodia e peso, o deftones sempre fez com grande primor.
Em 26 de outubro de 1997 eles lançam Around the Fur, seu segundo álbum, com singles como My Own Summer e Be Quiet And Drive, conseguiram um alcance ainda maior, aumentando seus fãs, um álbum poderoso, com faixas que variam perfeitamente entre a sua dita melodia e agressividade, mostrando ja um grande experimentalismo, junto com Adrenaline, seu álbum mais pesado.
Seu terceiro álbum é lançado em 20 de junho de 2000, considerado um dos melhores discos da década de 2000, vemos um belissímo trabalho aqui, com faixas poderosíssimas como Elite, baladas melódicas e introspectivas como Change e hits como Back to School, deftones mostra sua força como um grande banda do cenário alternativo, mas também um grupo com um grande tino comercial, aqui sua experimentação com a parte eletrônica fica mais vísivel que nunca e agrega de forma monstruosa em seu som.
Em meio ao começo do fim do nu-metal, em 20 de maio de 2003, eles lançam Deftones, seu quarto álbum, mostrando sua linha de experimentalismo no meio de músicas pesadissímas como Hexagram, deftones volta a marcar seu nome com este álbum mostrando que eles eram muito álem do estilo que se acabava.
4 de outubro de 2005 eles lançam B-Sides e Rarities com vários covers e alguns acusticos de suas músicas.
Em 31 de outubro de 2006 eles lançam Saturday Night Wrist vendendo 250.000 cópias em uma época em o cd estava declinando, deftones mostra aqui um álbum mais experimental e melódico e menos pesado que seus anteriores, mas ainda sim eles trabalham todo essa melodia de forma equilibrada nunca parecendo uma música pop ou apenas uma balada qualquer, mas grandes musicas introspectivas e ambientalemente tristes.
Em 2008 no meio da produção do que viria a ser seu sexto álbum Eros, Chi Cheng o baixista da banda sofre um acidente e entra em coma fazendo com que o album fosse paralisado.
No ano de 2010 no dia 4 de maio, eles lançam seu sexto álbum Diamond Eyes, com uma guitarra pesadissima e músicas que lembravam o ínicio de sua carreira, deftones retorna a suas origens e traz um álbum mais seco e menos experimental que os últimos três, lembrando mais sua época de Adrenaline e Around the Fur, mas como sempre eles não erram a mão, o álbum a cada nova audição vai se tornando melhor, mostrando que mesmo voltando ao passado o deftones trazia muita qualidade, sem se tornar uma repetição de si mesmo.
No final de 2012 eles lançam seu sétimo álbum Koi No Yokan, álbum pesadíssimo, mostrando um lado mais rock n´roll, o deftones retorna mostrando um som agressivo, envolvente, experimental, novo e ainda sim com sua marca, com músicas épicas e grande inovação.
Não sabemos quanto tempo eles ainda irão tocar juntos, mas enquanto eles tiverem fazendo suas obras todas as pessoas que gostam de música só tem a ganhar, onde quebraram o rótulo ao qual eram presos e se tornaram um dos grandes expoentes da mpusica alternativa em geral, os sempre recomendados deftones.








 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A R T E - 100 Imagens de Dragões (Dragons Images)

Trago aqui uma seleção de 100 ilustrações de dragões, pois sempre que vemos na internet sempre as mesmas imagens, quis aqui então selecionar algumas mais diferentes e mostrar outros conceitos de arte destes seres mitológicos. " Dragões ou dragos (do gregodrákonδράκων) são criaturas presentes na mitologia dos mais diversos povos e civilizações. São representados como animais de grandes dimensões, normalmente de aspecto reptiliano (semelhantes a imensos lagartos ouserpentes), muitas vezes com asas, plumas, poderes mágicos ou hálito de fogo. A palavra dragão é originária do termo grego drakôn, usado para definir grandes serpentes. Em vários mitos eles são apresentados literalmente como grandes serpentes, como eram inclusive a maioria dos primeiros dragões mitológicos, e em suas formações quiméricas mais comuns. A variedade de dragões existentes em histórias e mitos é enorme, abrangendo criaturas bem mais diversificadas. Apesar de serem presença comum no folclore de povos tão dista…

A R T E - 70 imagens de lobisomens (Images of werewolf)

"Lobisomem ou licantropo (do grego λυκάνθρωπος: λύκος, lykos, "lobo" e άνθρωπος, anthrōpos, "homem"), é um ser lendário, com origem em tradições europeias, segundo as quais, um homem pode se transformar em lobo ou em algo semelhante a um lobo em noites de lua cheia, só voltando à forma humana ao amanhecer.
Tais lendas são muito antigas e encontram a sua raiz na mitologia grega. Segundo As Metamorfoses de Ovídio, Licaão, o rei da Arcádia, serviu a carne de Árcade a Zeus e este, como castigo, transformou-o em lobo (Met. I. 237).Uma das personagens mais famosas foi o pugilista arcádio Damarco Parrásio, herói olímpico que assumiu a forma de lobo nove anos após um sacrifício a Zeus Liceu, lenda atestada pelo geógrafo Pausânias.
Segundo lendas mais modernas, para matar um lobisomem é preciso acertá-lo com artefatos feitos de prata."

Vídeo - Leões e animais atacando 







A R T E - 50 imagens de demonios (Demons Images)

Um demônio é um ser paranormal, muitas vezes maléfico sendo uma figura comum na religião, ocultismo, literatura e folclore. A palavra original grega daimon não carrega a conotação negativa inicialmente entendido pela aplicação do koiné δαιμόνιον (daimonion),  e mais tarde atribuído a quaisquer palavras de conatação parecida. Nas antigas religiões orientais, bem como nas tradições abraâmicas, incluindo antiga e medieval demonologia cristã, um demônio é considerado um espírito imundo , mais especificamente um anjo mal, que pode causar possessão demoníaca. No oeste da ocultismo e na magia do Renascimento, que nasceu de uma fusão da magia greco-romana, demonologia judaica, tradição e cristã, um demônio é uma entidade espiritual que pode ser evocado e controlada. O termo grego não tem qualquer conotação de mal ou maldade. Na verdade, εὐδαιμονία eudaimonia , (lit. bom civismo) significa felicidade. O primeiro termo adquiriu suas conotações negativas na Septuaginta tradução da Bíblia h…