Pular para o conteúdo principal

R E S I S T Ê N C I A - Quem são os capitalistas e porque temos que ser contra eles


Quando muitas pessoas, professor@s, cientistas, organizações e movimentos sociais criticam e são completamente contra o sistema capitalista e os capitalistas, muitas pessoas se sentem ofendidas, pois acham que o capitalista seria qualquer pessoa que vende seu serviço ou força de trabalho, se essa ideia fosse correta, a mulher que pega 2 ônibus para chegar no trabalho e consume uma televisão de 42 polegadas das Casas Bahia em 12 prestações, ou o dono do mercadinho do bairro e o pequeno empresário que se matar para pagar 1, 2 ou até 10 funcionários e pagar impostos, seriam considerados capitalistas, pois reproduzem e estão inseridos no sistema capitalista, porém eles não são, capitalistas são aqueles que detêm os meios de produção, recursos naturais e o sistema financeiro e midiático, ou seja, banqueiros, latifundiários, corporações e grandes empresários.

Os grandes capitalistas por causa de seu poderio econômico, controle da mídia/propaganda e concentração de recursos, influenciam a política mundial, desde onde são enviados os investimentos, quais políticos serão eleitos, o que e quais produtos os países vão produzir, quais governos estarão no poder e onde guerras e conflitos existirão, ou seja eles influenciam em sua vida diretamente.




Mas de que forma eles exercem essa influência no mundo?
Isto é feito de muitas formas as vezes sutis, mas na maior parte das vezes é bem escancarada.

- Através do financiamento privado de campanhas políticas colocam os políticos que lhes interessam, que são nada mais que capachos dos grande capitalistas, onde as políticas aplicadas são voltadas somente para os interesses deles, vemos como exemplo a política do imposto, quando as grandes empresas pagam muito menos proporcionalmente que os pequenos empresários/comerciantes/trabalhadores, as vezes elas nem pagam, também ganhando terrenos, igual aconteceu bastante na industrialização do Brasil, sempre com a desculpa de que trazem o progresso e geram empregos, sendo que na verdade os maiores geradores de emprego no país são as micro/pequenas empresas. Com a política de financiamento do BNDES, sendo somente para grandes empresas/comércios/industria, latifúndios e bancos, enquanto pros pequenos/micro nada, com em 2014, quando o Banco Nacional deu 114 bilhões para o agronegócio e apenas 8 bilhões para a agricultura familiar, sendo que está produz 70% do alimento consumido no país. Vemos também com o não pagamento de IPVA de lanchas, iates e helicópteros e isso são pequenos exemplos de como nossas políticas públicas não são para a população.

- Sua influencia também está no controle da informação, com a mídia e propaganda, as notícias que chegam são sempre as mesmas, muitas vezes manipulada e outras várias mentirosa mesmo, pois nossos meio de comunicação no Brasil, por exemplo, estão nas mãos de 11 famílias, onde o que, e como mostram, é apenas de seu interesse, ou seja, interesse de quem lhes paga, vemos isso constantemente em seus telejornais, programas, jornais, revistas, cinema, novelas e propagandas, que apenas um lado aparece e esse lado é de quem está se beneficiando de várias formas, da destruição da natureza, guerras, pobreza, sucateamento dos serviços públicos, desinformação da população e toda desigualdade da nossa sociedade, por isso tenha certeza que a mídia mente te manipula para interesses próprios constantemente.

- Outra aparato muito importante é o controle das leis que nos são impostas, que no Brasil se faz controlando o legislativo (onde fazem as leis) e o judiciário (onde se aplica as leis), judiciário que se mostra como santo, mas na verdade é tão corrupto, como qualquer poder que possuímos, é observado isso quando quem rouba no desespero um pão para alimentar a família passando fome, pois não consegue trabalho é preso por anos e alguém que com dinheiro e influencia mata um ciclista, pois estava em alta velocidade com seu carro e foge depois, como no caso do filho do Eike Batista, paga apenas uma multa que pra ele é dinheiro de pão, vemos assim dois pesos e duas medidas, explicitando que a justiça possui um lado e ele é dos ricos, não da população.

- E por último temos a questão dívida pública, onde aqui em nosso país já estamos pagando 50% do PIB, ou seja, o que é arrecadado com imposto pelo governo, isto para pagar os JUROS da dívida externa/interna, ano após ano, que foi iniciada na época da ditadura militar e até hoje pagamos, que nunca foi auditada e que aumenta todo ano, que jamais é citada na mídia, que sustenta lucros recordes de bancos bilionários.


Essa crise que vivemos nos dias atuais, faz parte de crises cíclicas do próprio capitalismo, onde quem a provoca são os as próprias grandes corporações, bancos, agronegócio e mídia e que toda vez quem paga por ela somos nós trabalhadores, e quem garante que nós paguemos são estes mesmos governos que "elegemos", seja eles de quais partidos forem, então se você não se encaixa em nenhum destes perfis levantados você não é um capitalista é trabalhador, que só está preso no sistema, pois num mundo onde 1% detém a mesma riqueza dos outros 99% e mais de 40% da população vive com menos de 2 dólares por dia, é um sistema que TEM QUE SER DESTRUÍDO.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A R T E - 100 Imagens de Dragões (Dragons Images)

Trago aqui uma seleção de 100 ilustrações de dragões, pois sempre que vemos na internet sempre as mesmas imagens, quis aqui então selecionar algumas mais diferentes e mostrar outros conceitos de arte destes seres mitológicos. " Dragões ou dragos (do gregodrákonδράκων) são criaturas presentes na mitologia dos mais diversos povos e civilizações. São representados como animais de grandes dimensões, normalmente de aspecto reptiliano (semelhantes a imensos lagartos ouserpentes), muitas vezes com asas, plumas, poderes mágicos ou hálito de fogo. A palavra dragão é originária do termo grego drakôn, usado para definir grandes serpentes. Em vários mitos eles são apresentados literalmente como grandes serpentes, como eram inclusive a maioria dos primeiros dragões mitológicos, e em suas formações quiméricas mais comuns. A variedade de dragões existentes em histórias e mitos é enorme, abrangendo criaturas bem mais diversificadas. Apesar de serem presença comum no folclore de povos tão dista…

A R T E - 70 imagens de lobisomens (Images of werewolf)

"Lobisomem ou licantropo (do grego λυκάνθρωπος: λύκος, lykos, "lobo" e άνθρωπος, anthrōpos, "homem"), é um ser lendário, com origem em tradições europeias, segundo as quais, um homem pode se transformar em lobo ou em algo semelhante a um lobo em noites de lua cheia, só voltando à forma humana ao amanhecer.
Tais lendas são muito antigas e encontram a sua raiz na mitologia grega. Segundo As Metamorfoses de Ovídio, Licaão, o rei da Arcádia, serviu a carne de Árcade a Zeus e este, como castigo, transformou-o em lobo (Met. I. 237).Uma das personagens mais famosas foi o pugilista arcádio Damarco Parrásio, herói olímpico que assumiu a forma de lobo nove anos após um sacrifício a Zeus Liceu, lenda atestada pelo geógrafo Pausânias.
Segundo lendas mais modernas, para matar um lobisomem é preciso acertá-lo com artefatos feitos de prata."

Vídeo - Leões e animais atacando 







A R T E - 50 imagens de demonios (Demons Images)

Um demônio é um ser paranormal, muitas vezes maléfico sendo uma figura comum na religião, ocultismo, literatura e folclore. A palavra original grega daimon não carrega a conotação negativa inicialmente entendido pela aplicação do koiné δαιμόνιον (daimonion),  e mais tarde atribuído a quaisquer palavras de conatação parecida. Nas antigas religiões orientais, bem como nas tradições abraâmicas, incluindo antiga e medieval demonologia cristã, um demônio é considerado um espírito imundo , mais especificamente um anjo mal, que pode causar possessão demoníaca. No oeste da ocultismo e na magia do Renascimento, que nasceu de uma fusão da magia greco-romana, demonologia judaica, tradição e cristã, um demônio é uma entidade espiritual que pode ser evocado e controlada. O termo grego não tem qualquer conotação de mal ou maldade. Na verdade, εὐδαιμονία eudaimonia , (lit. bom civismo) significa felicidade. O primeiro termo adquiriu suas conotações negativas na Septuaginta tradução da Bíblia h…